Conectate con nosotros

Foz de Iguazú

Foz do Iguaçu pode adotar “lockdown” em bairros com maior incidência do coronavírus

Publicado

en

A Prefeitura de Foz do Iguaçu comunicou, nesta terça-feira, a adoção de novas medidas de combate ao coronavírus, decididas após reunião da equipe técnica do Poder Executivo Municipal.

Entre os anúncios feitos pelo prefeito Chico Brasileiro, a decisão de colocar em isolamento preventivo, por 14 dias, todas as pessoas que tiverem contato próximo com casos confirmados de covid, tanto no ambiente familiar, como no local de trabalho.

A busca e o monitoramento serão feitos pelas equipes da Vigilância Epidemiológica, como forma de bloquear a cadeia de transmissão do vírus. Até então, somente o paciente diagnosticado com a covid era mantido isolado até a eliminação dos riscos de contágio.

O novo pacote de medidas inclui o aumento da fiscalização quanto ao uso de máscaras. “Determinei à Guarda Municipal que fiscalize o uso de máscaras nas diferentes partes do município, inclusive, com a aplicação das multas previstas na lei estadual”, detalhou o prefeito, pedindo a colaboração da população para evitar ações punitivas.

“A intenção é evitar que seja necessário adotar medidas ainda mais duras. Estamos analisando, planejando, ações de bloqueio local, dos bairros onde não houver colaboração em relação aos cuidados que devem ser adotados”, reforçou Chico Brasileiro, durante transmissão ao vivo no Facebook da Prefeitura de Foz do Iguaçu. “Não é justo que a cidade inteira pague, que a cidade inteira seja fechada pelo descumprimento de alguns”.

Outra providência é a definição de uma parceria entre Defesa Civil, Guarda Municipal e Polícia Militar, para ampliar a verificação das denúncias feitas através do telefone 199, em relação a festas e eventos privados com aglomerações de pessoas, ocorridos em chácaras ou residências particulares.

Ocupação Hospitalar

Nesta segunda-feira (08), 19 novos casos de covid foram confirmados no boletim da Vigilância Epidemiológica, elevando o total, no acumulado desde o mês de março, a 182. Deste montante, 126 já estão recuperados, mas 53 ainda estão na fase ativa da doença, seis dos quais, internados na rede hospitalar. A cidade contabiliza, também, três óbitos em decorrência do novo coronavírus.

De acordo com Sergio Fabriz, diretor do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, a taxa de ocupação dos leitos de UTI, nesta terça, chegou próxima a 50%, em razão não apenas dos casos locais, mas da vinda de moradores de outras cidades, como Cascavel e Toledo, determinada pelo sistema de regulação da ocupação de leitos na Macrorregional Oeste, da qual fazem parte todas as regionais de Saúde do Oeste e Sudoeste do Paraná.

Chico Brasileiro, por sua vez, disse que não há intenção de fechar as portas aos moradores de fora da 9ª Regional de Saúde (composta por Foz do Iguaçu e outras oito cidades do entorno), mas que a estrutura montada localmente não pode ser sobrecarregada pela demanda externa.

Entre os protocolos que estão sendo adotados pela Secretaria Municipal de Saúde, a exigência de que somente pacientes que já tenham sido confirmados com o coronavírus, mediante exames, sejam transferidos para Foz do Iguaçu, de forma a não ocupar leitos exclusivos da Ala Covid com casos suspeitos ou pessoas com doenças respiratórias que sejam tratáveis em outras unidades do sistema público.

Jornalismo RCI

Sigue leyendo
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio

Facebook

Tendencias