Conectate con nosotros

Notas

Com transmissão comunitária, Prefeitura de Foz suspende a reabertura do comércio

Publicado

en

Considerando o diagnóstico epidemiológico dos casos de Coronavírus e a confirmação da transmissão comunitária no município, a Prefeitura de Foz do Iguaçu decidiu suspender a reabertura do comércio, prevista para esta segunda-feira (13).

Outro fator determinante é a falta de insumos para uma testagem em massa, ou seja, não somente dos casos confirmados e suspeitos, mas de todos os casos de síndrome gripal no município.

A recomendação do grupo de trabalho é pela “não flexibilização do retorno às atividades comerciais por um período mínimo de uma semana, podendo ser estendido por maior período de tempo a depender do cenário clínico-epidemiológico”.

Com este cenário, a Prefeitura também reforça a recomendação pelo isolamento social, o uso obrigatório de máscaras e a restrição de idosos e menores de idade em estabelecimentos comerciais.

Continuarão em funcionamento os serviços considerados essenciais já previstos no Decreto 27.994 e os serviços individualizados, agendados ou por tele entrega previstos no Decreto 28.026. O atendimento nas lojas de tecidos e aviamentos fica limitado a três clientes no interior do estabelecimento.

Transmissão Comunitária

O primeiro caso de transmissão comunitária foi confirmado neste sábado (11) e trata-se de uma paciente de 34 anos. “A transmissão sustentada ou transmissão comunitária é quando não se tem a exatidão da origem do contágio. Ou seja, um paciente infectado que não esteve nos países ou cidades com registros da doença e transmite o Coronavírus para outra pessoa, que também não viajou”, explica o gerente da Vigilância Epidemiológica Roberto Doldan. A paciente está em isolamento domiciliar e apresenta sintomas leves da doença.

Boletim Epidemiológico

O Boletim Epidemiológico deste domingo (12) confirma 30 casos de coronavirus em Foz, 67 casos estão em investigação e 338 foram descartados. Três pacientes confirmados com Covid-19 estão internados, um em estado grave e outros dois com quadro estável.

As novas definições serão publicadas ainda hoje em Diário Oficial.

Com informações da AMN

Sigue leyendo
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio

Recientes

Facebook

Tendencias