Conectate con nosotros

Notas

Governo estuda incluir classificação indicativa no YouTube

Publicado

en

Proposta está sendo debatida pelo Ministério da Justiça e pela Procuradoria Geral dos Direitos do Cidadão
O Ministério da Justiça e a Procuradoria Geral dos Direitos do Cidadão estão debatendo a inclusão da classificação indicativa para vídeos exibidos em plataformas online, como o YouTube.

De acordo com o jornal ‘O Globo’, canais da plataforma streaming terão que indicar a faixa etária permitida para assistir determinados conteúdos caso a classificação se torne obrigatória.

«Os ‘Zuckerbergs’ da vida têm sua responsabilidade sobre o conteúdo que é apresentado para crianças do mundo inteiro. Quem cria conteúdo para crianças e adolescentes tem uma responsabilidade social», opina Regina de Assis, doutora em Educação pela Universidade de Harvard (EUA).


Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Sigue leyendo
Anuncio
Anuncio
Anuncio

Facebook

Tendencias