Conectate con nosotros

Notas

Petrobras reduz preço do diesel e da gasolina em meio à queda petróleo

Publicado

en

Segundo a estatal, queda nas refinarias será de 8% para a gasolina e de 4% para o diesel; redução começa a valer a partir desta terça-feira, 21

A Petrobras voltou a reduzir o preço da gasolina e do diesel nas refinarias, desta vez uma semana após a queda anterior, numa baixa 8% e 4%, respectivamente, com validade a partir desta terça-feira, 21. No caso do diesel, a baixa é válida para o S10 e o S500. O último reajuste havia sido no dia 14 de abril, quando a empresa derrubou em 8% o preço da gasolina e do diesel em 6%.

A iniciativa está relacionada ao impacto econômico da pandemia causada pela Codiv-19, nome do novo coronavírus, que tem abalado os mercados ao redor do globo, especialmente o petróleo, e levado entidades a revisarem projeções da economia global em 2020.

Por volta de 13h21 de Brasília desta segunda, 20, o preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex e com entrega em maio caía 51,99%, cotado a US$ 8,78 o barril, enquanto o contrato para junho baixava 9,14%, a US$ 22,75 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE com entrega para junho recuava 5,02%, cotado a US$ 26,67.

A forte queda do preço do petróleo começou após a crise desencadeada por Rússia e Arábia Saudita, que levou o país do Oriente Médio a aumentar a produção e reduzir os preços praticados pela estatal Saudi Aramco. Porém, Arábia Saudita, Rússia e Estados Unidos concordaram em liderar uma coalizão multinacional em cortes amplos de produção de petróleo. Pelo acordo, 23 países se comprometeram a reter coletivamente 9,7 milhões de barris por dia (bpd) de petróleo dos mercados globais.

A Petrobras informa que o repasse aos distribuidores depende de diversos fatores, entre eles margens de revendedores, mistura de biocombustíveis e impostos. CANAL RURAL.

Sigue leyendo
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio
Anuncio

Facebook

Tendencias